segunda-feira, 30 de julho de 2012

Para Alessandra





Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.




retirado do blog:http://shelliny.blogspot.com.br

estas frases de amizade foram tiradas do blog: http://shelliny.blogspot.com.br
Se um pingo de chuva for felicidade, desejo a você uma tempestade inteira.

A amizade verdadeira é que nem primeiro beijo, a gente nunca esquece!

Amigo de vidro quebra, amigo de papel rasga, amigo falso desiste, amigo como você não existe!

"Muita gente entra e sai em tua vida ao longo dos anos. Mas só os verdadeiros amigos deixam impressões em seu coração."
"Um amigo verdadeiro é alguém que crê em ti ainda que teu deixes de crer em ti mesmo."

"Um abraço vale mil palavras. Um amigo mais."


"o final, não nos lembraremos tanto das palavras de nossos inimigos, senão dos silêncios de nossos amigos"

As amizades aumentam de importância quando os filhos dos teus amigos passam a te chamar de amigo.

Alguns pensam que para se ser amigo basta querê-lo, como se para se estar saudável bastasse desejar a saúde.

Um verdadeiro amigo é aquele que entra quando o resto do mundo sai.

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.

amizade

Os verdadeiros amigos são como as estrelas no céu. Eles são mais claros nos tempos de escuridão.
A gente nasce e morre só. E talvez por isso mesmo é que se precisa tanto viver acompanhado.

Todo bom amigo já foi um estranho.

As amizades aumentam de importância quando os filhos dos teus amigos passam a te chamar de amigo.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

ortografia


Más: Adjetivo contrário de bom, no caso está escrito no plural: “Elas são pessoas más – não são bondosas”. Má – que causa mal, prejuízo, incômodo ou doença; que não é de boa qualidade; de maus instintos;
Mas: Pode funcionar como Conjunção, Substantivo Masculino ou Advérbio: Conjunção – inicia oração coordenada com valor adversativo, com o mesmo valor de porém: “João estudou muito, mas não passou noo exame”. Essa é a palavra mais (não ‘mas’) utilizada. Geralmente as pessoas escrevem ‘mais’ em vez de ‘mas’. Advérbio: quando significar ‘sim, certamente’. Substantivo Masculino: Pode ser usado no mesmo valor das palavras dificuldade; defeito; obstáculo; estorvo; senão.
Mais: Substantivo Masculino – nome do sinal de adição (+); Advérbio de Intensidade – maior quantidade “eu quero mais”. Pronome Indefinido: o restante, os outros. Agora sim, está certo escreve ‘mais’

mal


seu antônimo é bem, ou seja, pode-se subentender a palavra bem, no lugar de mal-pode:
Funcionar como substantivo
o mal, às vezes, tem remédio.
O avô foi atacado por um mal incurável.
Eqüivalem a " assim que"-sendo uma conjunção temporal.
Mal saiu, ele chegou.
Mal disse, o fato aconteceu
funcionar como advérbio de modo
A menina se comportou mal.
O aluno leu mal.

  Mau
Mau-seu antônimo é bom, ou seja, pode-se subentender a palavra bom no lugar de mau-e é adjetivo.
Exemplo:
Era um mau momento.
Escolheu um mau aluno ..
Refiro-me a mau estudante.

Eu/mim

"Eu" tem a função de sujeito e sempre aparece antes do verbo. "Mim"é usado após uma preposição e não tem a função de sujeito na oração.                        Exemplo:  Eu fiz o bolo. ("eu" é sujeito)                                                                Abra a porta para eu entrar. ("entrar" é verbo)

Meio/ meia

  • Como advérbio: use sempre no masculino. Equivalente a "um pouco".     Exemplo:   As cartas estão meio amassadas. (as cartas estão um pouco amassadas).
  • Como adjetivo ou numeral: Escreve-se "meio" ou "meia", dependo da concordância com o termo seguinte. Equivalente a " metade do" ou "metade da ".                                                                                                    Exemplo:  Comeu meio mamão e meia goiaba. (comeu metade do mamão e metade do mamão e metade da goiaba)

Haver

Haver

No sentido de "existir" ou "acontecer" é um verbo impessional. Seu uso exige a 3 pessoa do singular. A mesma regra vale para o verbo que o acompanhar.

Exemplos:

Havia muitas pessoas no centro da cidade.

Deve haver diversas alternativas para resolver o problema.


Fazer


O verbo fazer também é impessoal quando indica tempo ou fenômeno da natureza. Seu uso exige a 3 pessoa do singular.

Exemplos:

Faz sete anos que aprendi a tocar violão.

Deve fazer muitos dias de sol na praia.